18 Dezembro    



 

Então Jesus disse ao que o tinha convidado: “Quando você der um banquete ou jantar, não convide seus amigos, irmãos ou parentes, nem seus vizinhos ricos; se o fizer, eles poderão também, por sua vez, convidá-lo, e assim você será recompensado. Mas, quando der um banquete, convide os pobres, os aleijados, os mancos, e os cegos. Feliz será você, porque estes não têm como retribuir. A sua recompensa virá na ressurreição dos justos”.

Lucas 14:12-14

Pensamento: Seria conveniente espiritualizar este texto ou falar da missão da igreja para os "excluídos". Poderia se falar de campanhas para arrecadar cestas básicas ou de cada igreja adotar um orfanato. Sem dúvida isso seria bom e faria parte da missão do povo de Deus. Mas, aqui Jesus estava falando com um indivíduo, o anfitrião do banquete para o qual ele foi convidado. O que o Mestre recomendou a este homem não foi mandar algo para os doentes e pobres. Foi chamá-los para dentro da sua casa. Foi recebê-los com hospitalidade. Ele disse que devíamos honrar essas pessoas chegando perto delas. Deus quer que seus filhos sintam não só uma barriga cheia, mas, um coração também. Será que um amor desse tamanho mora em nossos corações? Se Jesus mora lá - já devemos saber a resposta.

Oração: Bendito o nome do Senhor, para sempre. Lembro-me, Pai, de um filho seu, morador de rua, cantando as estrofes daquele hino com tanta paixão. Perdoe-me por não ter feito mais por aqueles que têm tão pouco. Quero fazer mais e dar mais de mim mesmo. Que louvores possam subir cada vez mais de pessoas que só têm o Senhor, mas, que vêem em seus servos o amor de Jesus. No bendito nome do Senhor oramos. Amém.

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2009, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.